Criatórios Mangalarga Marchador - Edição Kafé - page 32

30
Em uma área de 30 alqueires paulista(*), às margens
da Rodovia Cândido Portinari, em Batatais (SP), está
localizado o Haras Kafé e a sua bem sucedida tropa
de Mangalarga Marchador. O criatório coleciona
premiações pelo Brasil e animais de destaque
com renome nacional. Em 1997, por exemplo, o
haras foi campeão na categoria de Melhor Criador
Não Expositor. Além disso, recebeu por dois anos
consecutivos, em 2004 e 2005, o prêmio de Melhor
Criador Expositor. Em 2009 e 2010, foi o vencedor
da categoria Melhor Criador Não Expositor (Marcha
Picada). Todas as premiações foram concedidas
durante as Exposições Nacionais. O haras possui
também vários animais nos livros de Elite da
Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo
Mangalarga Marchador (ABCCMM).
O criador Antônio de Pádua Barros Cardoso,
conhecido carinhosamente como Tonhão, é um dos
principais responsáveis por todas essas conquistas.
Casado comTereza Cristina e pai de Kátia e Fernando,
Tonhão iniciou sua tropa com registro em livro aberto
(Livro para registro de animais que não possuiam
pais registrados na ABCCMM) de doze éguas. Elas
nasceram do cruzamento das matrizes que foram
originadas do plantel do seu pai, Antônio de Pádua,
com os garanhões Abismo, Apogeu e Acadêmico, que
tinham sangue CJ (Celso Junqueira), de propriedade
do seu sogro, José Tércio Costa. “O resultado do
cruzamento foi excelente, pois as éguas saíram
com a frente alta e, melhor, com a origem CJ, que
é considerado um sufixo tradicional e reconhecido
pela qualidade dos animais”, afirma o criador.
O criatório Kafé
(*) Alqueire paulista = 24.200 m²
1...,22,23,24,25,26,27,28,29,30,31 33,34,35,36,37,38,39,40,41,42,...156