Criatórios Mangalarga Marchador - Edição Kafé - page 73

Criatórios com a genética Kafé
A marca S.M., há mais de 80 anos, desenvolve uma
seleção de sucesso. Sebastião busca direcionar os cru-
zamentos com linhagens puras que preservam cavalos
bons de sela, temperamento, energia e marcha batida.
Dos animais com sangue Kafé já utilizados em seu plan-
tel, ele destaca a égua Anarquia Kafé que produziu o ca-
valo Latino de Dourado S.M. e que se sagrou Campeão
Nacional de Marcha. Atualmente, utilizou o garanhão
Ritmo Kafé, que com a égua Jangada de Dourado S.M.,
deram origem ao Faraó de Dourado S.M., potro em iní-
cio de doma que já supera as melhores expectativas.
Região Metropolitana de Goiânia”, conta. Proprietário
da Estância Haras AMB, localizada em Nazário, distrito
de Claudinápolis (GO), Túlio iniciou seu plantel em
1984.
Sua tropa conta hoje com 37 animais, sendo a maioria
deles descendentes do premiado garanhão Espanhol
Kafé da Nova (Palhaço de Ituverava x Bósnia Kafé da
Nova). “O que mais me interessou nesse sufixo é que
morfologicamente os animais são bem caracterizados,
expressivos e possuem andamento excepcional que são
transmitidos aos seus filhos. Os cavalos Kafé se destacam
tanto na marcha batida quanto na picada”, comenta.
O criador Sebastião Malheiro na fazenda
A afeição de Sebastião de Assumpção Malheiro Neto,
proprietário do sufixoDourado S.M., por cavalos da raça
Mangalarga Marchador vem de uma tradição familiar.
Ele explica que seu criatório, localizado em Dourado
(SP), teve início em 1980, quando herdou 25% da
tropa do seu avô Sebastião Malheiro. “Nasci e cresci em
contato com os cavalos. Meu pai Luís Antônio Ferreira
Malheiro foi um respeitado cavaleiro de adestramento
clássico. Meus avôs desenvolveram excelentes animais
e deixaram grandes contribuições para a equinocultura
nacional”, conta.
Sebastião, praticante de esportes equestres, também
vem deixando sua colaboração para o aprimoramento
dos animais Mangalarga Marchador. Ele foi idealizador,
organizador e responsável por toda a logística da “Ca-
valgada Brasil 14 Mil”, que reuniu três cavaleiros e seis
garanhões da raça, entre eles, o cavalo El Cid de Doura-
do S.M. A cavalgada teve início em São Paulo (SP), em
maio de 1991. De lá os cavaleiros foram para o Chuí
(RS), retomaram pelo Norte até o Oiapoque (AP), segui-
ram pelo Nordeste e chegaram novamente à capital pau-
lista, em junho de 1993. Eles percorrerem 19.300 Km
(atual recorde mundial) e, segundo Sebastião, contribu-
íram para ampliar a credibilidade das funções da raça.
Haras Dourado S.M.
Sebastião de Assumpção Malheiro Neto
O veterinário, Túlio Marcio Guimarães Ribeiro,
cresceu em uma fazenda, rodeado por cavalos. “Na
época das férias escolares, eu me reunia com meus
irmãos e primos para andarmos a cavalo em nossa
fazenda e nas propriedades vizinhas, que ficavam na
Haras AMB - Túlio Marcio Guimarães Ribeiro
Filhas de Espanhol Kafé da Nova
71
Edição Kafé
1...,63,64,65,66,67,68,69,70,71,72 74,75,76,77,78,79,80,81,82,83,...156